Cuca – Histórias de Amor

 Em Relatos

24/11/2022. E então, passaram-se 2 anos. Como assim já se passou 2 anos sem você? 2 anos sem o melhor abraço do mundo, sem suas piadas, seu colo acolhedor, seus beijos, seu sorriso, suas broncas, seus puxões de orelha, sua alegria, seus conselhos… Ah mãe… eu poderia enumerar tudo que te define, mas é tanta coisa que não tem como colocar no papel. Eu ainda penso em você o tempo todo, você é o meu primeiro e último pensamento do dia. Eu ainda sinto TANTO sua falta, que às vezes acho que não vou suportar. Mas aí eu lembro do quanto você era forte, e o quanto queria me ver bem e feliz.

Eu voltei a fazer mais que uma refeição no dia, estou me alimentando muito mais, já não choro todas as vezes que falo de você, e consigo ver suas fotos sem me emocionar (muito). Mas a saudade ainda machuca demais e o mundo não é o mesmo sem você (literalmente).

Nunca mais fui na “nossa praia“, nem joguei nosso baralhinho, porque fazer essas coisas não fazem muito sentido sem você ao meu lado. Em contrapartida, escuto muitas músicas que você cantava, e hoje em dia elas são as minhas favoritas. Ainda não encontrei uma maneira de fazer essa dor passar, e pensando bem, acredito que vou ter que aprender a “administrá-la”, porque não vai parar de doer nunca.

E porque eu estou falando de mim e não de você? Porque nós sempre fomos uma a extensão da outra, e falar de você, também é falar de mim. Sempre fomos melhores amigas, e apesar de todas as nossas diferenças, estávamos sempre de mãos dadas, unidas.

Eu daria tudo para sentir seu cheirinho e mais ainda te beijar e abraçar. Sei que o amor que nos uniu foi o maior privilégio que recebi, e talvez seja por isso que a saudade que eu sinto seja tão intensa.

Você será para sempre a mulher da minha vida, a melhor pessoa que tive o privilégio de conhecer.

Esses dias eu li a frase que dizia:

Quanto mais longe do último encontro, mais perto do próximo.

E apesar do absurdo que é contar o tempo sem você, carrego comigo a certeza que um dia estaremos juntas novamente. E até esse dia chegar, continuarei a te levar no pensamento e no coração. E antes que eu esqueça, eu odeio esse dia, com todas as minhas forças, você se foi, mas muito de mim se foi com você.

Esteja em paz, mãezinha. Estou desesperada de tanta saudade, e eu te amo, te amo tanto que dói ❤️😭

Deixe um comentário